Abolição da escravatura no Amazonas tem programação especial

By -
abolição-da-escravatura-642x480A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), em parceria com movimentos afrodescendentes do Amazonas, comemora nos dias 10 (sexta-feira) e 11 (sábado) de julho em Manaus, a Abolição da Escravatura no Estado do Amazonas -131 anos sem escravidão –  com ato público, ação de cidadania e programação cultural.

A abertura do evento será realizada no dia 10, com um ato público, das 16h às 21h, no Largo São Sebastião. A programação inicia com uma caminhada no entorno do local (rua 10 de julho, avenida Getúlio Vargas, rua 24 de Maio, avenida Eduardo Ribeiro e Largo São Sebastião); manifestações dos movimentos sociais, poder público e convidados; apresentações culturais (música, dança e capoeira) e homenagens a personalidades que fazem parte da história da cultura negra no Amazonas e que se destacam ou se destacaram na luta pela promoção da igualdade racial no Estado.
“Será um momento de informação e de reflexão sobre a importância desta data não só para a negritude amazonense mas para o Estado que entrou para a história da abolição da escravatura em 10 de julho de 1884, quatro anos antes da assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel em 1888”, informa a titular da Sejusc, Graça Prola.
Ação de Cidadania – No sábado, 11 de julho, acontece uma Ação de Cidadania no ginásio Ninimberg Guerra na rua Nossa Senhora de Fátima, bairro São Jorge, zona oeste. Serão emitidos documentos básicos (RG, CPF, Carteira de Trabalho) e serviços de reprografia e fotografia, além de palestras educativas sobre direitos humanos e atrações culturais como roda de capoeira e apresentações de grupos de hip-hop.

Roberto Brasil