A MAGIA DO SORRISO

By -

Jefferson-Praia-banner-500x167_lateralSorrir faz bem à saúde e aos negócios. Empresas cujos vendedores abordam os clientes com um sorriso acolhedor percebem que a possibilidade de terem sucesso nas vendas é mais expressiva. Mas será que os vendedores brasileiros sabem usar essa técnica na hora certa para aumentar a efetividade de vendas?

Em uma entrevista no programa Cotidiano da Rádio Nacional de Brasília– publicado em rádios.ebc.com.br , em 2015, a presidente da Shopper Experience Stella Kochen Suskind afirmou que no ranking de sorriso no atendimento ao cliente o Brasil aparece em penúltimo lugar, dentre 69 países pesquisados- só ganha do Japão. O país que se destacou em primeiro lugar foi a Irlanda. Para Stella várias são as causas que colocaram o Brasil nessa posição: Seleção mal feita, falta de treinamento e a crise econômica pela qual estamos passando.

Em relação à seleção de profissionais, as melhores práticas de mercado indicam que os melhores recrutadores são os profissionais que combinam um mix de experiência na posição com o conhecimento dos processos de RH da empresa. Isso os torna aptos a avaliarem o fitting do candidato com as expectativas do cargo. Então se pergunte: Como está sendo feita a seleção para profissionais de venda e atendimento aos clientes em sua empresa? Você sente que há uma lacuna entre expectativas e desempenho dos recém-contratados? Se sim, aconselho-o conversar com o profissional da área de recursos humanos de sua empresa. Se sua empresa não tem tal profissional, hora de rever seus conceitos sobre administração de RH.

Adicionalmente, contratar sem proporcionar um bom treinamento ao funcionário é jogar dinheiro fora. Portanto, viabilize um treinamento sobre Qualidade no Atendimento, para que seu funcionário possa trazer bons resultados a sua empresa.

No tocante à motivação, procure estimular seus funcionários oferecendo-lhes, além de uma boa compensação financeira baseada em resultados das vendas, bom ambiente de trabalho e claras expectativas de crescimento na empresa. Os melhores vendedores são aqueles que acreditam na oferta que fazem e comportam-se como “donos” da empresa que representam.

Mariana Zocratto em uma matéria intitulada: O poder do sorriso: quanto custa sorrir? Publicada no WWW.ideiademarketing.com.br, em 2013, cita Guy Kawasaki, autor do livro Encantamento: A arte de Modificar Corações, Mentes e Ações: “Quanto custa sorrir? Não custa nada. Quanto custa não sorrir? Tudo, se isso prejudicar a sua relação com as pessoas. Enquanto o nosso sorriso passa uma mensagem clara sobre o nosso estado de espírito, quando não sorrimos criamos uma abertura para inúmeras interpretações, incluindo o mau humor, a indiferença e a raiva – e nenhuma dessas características o ajudará a encantar as pessoas”

Se você se propõe a trabalhar como vendedor a simpatia é algo primordial; dê um sorriso mesmo que seja simples, tão simples como o do Risadinha,  um vendedor ambulante que conheci. Ele vendia bugigangas; era o “cara”. Nunca vi o Risadinha triste, carrancudo ou mal humorado. Seu sorriso não tinha uma beleza visual, mas percebia-se que era algo que vinha do coração.

Todos sabem os benefícios do sorriso para a qualidade de vida e para os negócios; entretanto, percebemos que muitos têm dificuldades para sorrir; essas pessoas precisam de ajuda. Não adianta pedir para os funcionários sorrirem na hora do trabalho, se o chefe é uma pessoa mal humorada. O esforço para mudar o clima organizacional da empresa para positivo deve começar pelos principais executivos.

O ideal é que cada um de nós, mesmo naqueles momentos mais preocupantes, se esforce para sorrir.

Roberto Brasil