A decepção do Lula e a indignação do povo

By -

Ademir-RamosFui informado por alguns professores do ensino básico que os meus escritos tem sido objeto de oficina nas escolas, o que aumenta mais a minha responsabilidade na abordagem dos temas, não só quanto ao mérito conceitual, como também relativo à forma, tornando a mensagem mais fácil de ser compreendida.
Para isso, procurei redimensionar os meus textos na perspectiva de contribuir para os estudos visando o desenvolvimento intelectual dos meus leitores valendo-me dos temas geradores à luz da crítica social tão recorrente à política enquanto instrumento de controle e soberania.
Com este esclarecimento falo dos males que o Governo Petista de Dilma Rousseff tem causado a Nação, provocando danos irreparáveis ao nosso desenvolvimento estruturante, a merecer  “puxão de orelha” do seu principal mentor, o ex-presidente Lula, responsabilizando-a pelos males. O Lula falando assim parece que não tem nada com os fatos. O carcará se acha acima do bem e do mal, contrariando até mesmo a postura do Papa, que recentemente em audiência-geral na Praça de São Pedro, rogou aos céus na expectativa de obter “uma grande fé para ver a realidade com o olhar do Senhor (Deus)”. Se o Lula está decepcionado com o PT imagina o povo.

MAIS UMA VEZ AMAZÔNIA PAGA A CONTA: A Constituição, em seu Art. 188, ordena que “a destinação de terras públicas e devolutas será compatibilizada com a política agrícola e com o plano nacional de reforma agrária”. O tal plano que há muitos anos se reivindica de repente entra na Agenda de Governo, saindo da cartola, não mais como um coelho, mas na forma de um bicho devorador da floresta, ameaçando derrubar 12,2 milhões de hectares de terras federais na Amazônia, englobando os estados do Amazonas, Acre, Mato Grosso, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. A informação foi dada pela presidente Dilma Rousseff, no dia 22 de junho, dizendo que encomendou ao Ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias, a elaboração de um novo plano de reforma agrária. A sacada do governo tem por fim dar resposta positiva minimizando as críticas. Mais uma vez a nossa Amazônia vai pagar as contas, foi assim com a Transamazônica, tem sido assim com a construção das hidrelétricas e agora os petistas usando do mesmo expediente da Ditadura recorre à tese da ocupação da Amazônia, alegando que “a regularização fundiária na Amazônia é prioritária porque a região é muito grande, uma região que durante séculos foi habitada muito aquém das suas possibilidades e isso cria uma insegurança, principalmente, nas terras devolutas, que pertencem ao governo (…)”. Não satisfeito, o Ministro Ananias, com a mesma matriz da Ditadura “integrar para entregar” declarou também, que “a Amazônia não pode ser transformada em um santuário intocável”. Tenho a impressão, que o governo petista da Dilma Rousseff deu um tiro no pé porque neste momento, o Congresso Nacional capitaneado pelo PMDB está chamando uma ampla discussão sobre o Pacto Federativo, criando, inclusive, um comitê de apoio entre os governadores  articulado com o Congresso para se pautar os grandes temas, a exigir da União participação mais efetiva quanto à questão tributária e novos repasses que assegurem o desenvolve local, não bastasse isso, o governo afronta a comunidade internacional com proposta de devastação da floresta. No entanto, cabe a bancada dos Estados da Amazônia junto com os seus governadores solicitar esclarecimentos do Governo sobre tal Plano, o que deve ser feito também pelos movimentos sociais autônomos e pelos formadores de opinião.

GENTE, O LULA ESTA DECEPCIONADO: O ex-presidente Lula, em recepção ao ex-primeiro-ministro da Espanha Felipe Gonzales, demonstrou que está muito “decepcionado com o PT”.  Porque, segundo ele, “a gente só pensa em cargo, em ser eleito, ninguém trabalha de graça mais (pelo partido)”.  Chorando as pitangas, como as carpideiras, o presidente de honra do PT denunciou que roubaram a utopia do partido: “O PT perdeu um pouco do sonho, da utopia”. Significa dizer que o PT e seus companheiros, alguns na cadeia e outros em processo de investigação, embruteceu tornando-se voraz e aloprado na consecução de seu projeto de poder, chegando ao ponto de alguns comprarem votos e pegarem propina descaradamente sob a orientação criminosas “de que os fins justificam o meio”.
Ora, quem “pariu Mateus que embale”, respondendo na Justiça pelos crimes contra a Nação brasileira, deixando-nos cada vez mais pobres e desesperançados com o futuro do Brasil. Se o Lula está decepcionado com o PT imagina você e os milhões de brasileiros que viram seus sonhos virarem pesadelos pela corrupção e desmando deste governo.

Áida Fernandes