3º Corrida da Mulher Amazônica atrai milhares de participantes

By -
“Uma das marcas registradas da corrida é a missão social abraçada pela organização e pelos participantes", disse Jeroniza Albuquerque, organizadora do evento, ao lado da atleta vencedora, Franciane dos Santos

“Uma das marcas registradas da corrida é a missão social abraçada pela organização e pelos participantes”, disse Jeroniza Albuquerque, organizadora do evento, ao lado da atleta vencedora, Franciane dos Santos

Manaus recebeu, neste domingo (6), a terceira edição da Corrida da Mulher Amazônica. O evento reuniu mais de mil atletas profissionais e amadores, e abriu oficialmente o calendário de comemorações ao Dia Internacional da Mulher, com homenagens, sorteios e atividades sociais.

Os corredores chegaram cedo ao local da concentração, na sede da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), localizada na Avenida André Araújo, no Aleixo. Cadeirantes, deficientes visuais e deficientes auditivos foram os primeiros a largar, às 7h30. Logo depois, foi a vez das categorias individual feminino, individual masculino, funcionários da Sefaz, casal e profissionais da imprensa.

corrida-da-mulher-amazonica-02Na sua segunda participação na prova, a atleta paraense Franciane dos Santos, 26, foi a vencedora da categoria dedicada às mulheres e recebeu a faixa de “Mulher Amazônica”, honraria criada para simbolizar a força da figura feminina na região. O tempo da corredora foi 17m43s.

“É um dia muito especial pra todas as mulheres e eu me sinto muito feliz em ganhar a medalha de ouro e a homenagem. Um evento como esse é muito importante, pois garante mais espaço para nós mulheres, que somos guerreiras, batalhadoras e ainda lidamos com muitas barreiras para conseguir reconhecimento na sociedade”, ressaltou Franciane.

corrida-da-mulher-amazonica-01A superação também foi a marca da paratleta Maria das Graças, 43, que alcançou o primeiro lugar na categoria cadeirante com a marca de 24m23s. Adepta da modalidade há pouco mais de dois anos, a amazonense participou pela primeira vez da Corrida da Mulher Amazônica.

“Ver todas essas pessoas, homens, mulheres, crianças e idosos, reunidos por uma temática tão importante faz você se sentir valorizada e passa uma mensagem de respeito e inclusão”, afirmou.

Os três primeiros colocados de todas as categorias receberam medalhas personalizadas, troféus e prêmios em dinheiro com valores de R$ 100 até R$ 500. Quem não alcançou o pódio teve a chance de ganhar brindes especiais sorteados pela organização.

corrida-da-mulher-amazonica-03Além da prova pedestre, o evento promoveu a arrecadação de mais de uma tonelada de leite em pó para as instituições filantrópicas Casa Mamãe Margarida, Lar das Marias, Abrigo Monte Salém, Instituto da Família e Asilo São Vicente de Paula.

De acordo com a organizadora do evento, Jeroniza Albuquerque, o engajamento dos corredores foi imprescindível. “Uma das marcas registradas da corrida é a missão social abraçada pela organização e pelos participantes. Muitas pessoas chegaram com dois ou mais quilos de leite, o que ajudou a superar a meta e cumprir o nosso papel de ajudar às instituições. Com certeza, essa edição foi um sucesso e já estamos ansiosos pela próxima”, comemorou.

Confira os vencedores da categoria elite da Corrida da Mulher Amazônica. A classificação completa de todas as categorias está disponível no site www.ativoseventos.com.br.

Elite Feminino

Franciane dos Santos 17m43s

Flávia Lima 18m22s

Juliana Gusmão 21m29s

Elite Maculino

Juarez Rosa 15m20s

Dionísio Cosme 15m29s

Francisco Irinaudo 17m35s

Roberto Brasil