2015 começou com poucos empregos no Amazonas

By -

emprego-procuraOs dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados na sexta (27) pelo Ministério do Trabalho e Emprego, mostram que o ano de 2015 iniciou com saldo pouco otimista de empregos no Estado do Amazonas. Ao todo, foram reduzidos mais de 2 mil postos de trabalho no mês de janeiro no Estado, resultado decorrente dos números negativos no comércio e serviços, que encerraram respectivamente 1.292 e 344 vagas de emprego.

Apesar dos números negativos da indústria de transformação, que fechou o mês de janeiro com uma redução de 53 postos de trabalho, os subsetores de indústria mecânica, indústria metalúrgica e de material elétrico conseguiram obter bons resultados, juntos geraram 260 novas vagas celetistas.

Para o Superintendente Regional do Trabalho e emprego do Amazonas, Edson Rebouças, “Os setores que obtiveram resultados negativos são os que tradicionalmente fazem demissões nesse período, como o comércio, que encerra os contratos trabalhistas feitos antes das datas festivas de final de ano”, afirmou o Superintendente.

Roberto Brasil